Pequenos lojistas contestam alta nas vendas em shoppings no Natal: ‘fake news’

São Paulo, Portal Brasil Atual – “A Associação Brasileira dos Lojistas Satélites (Ablos) divulgou nota neste sábado (28) refutando o alegado aumento de 9,5% nas vendas durante o Natal de 2019, em comparação com 2018. O percentual foi apresentado na quinta-feira (26) pela Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), que utilizou como base uma pesquisa realizada por amostragem, e seria o maior aumento desde 2014.

Na nota da Ablos, os lojistas afirmam não haver base para sustentar tais dados de crescimento. “Entendemos que tal informação não passa de mera estimativa, visto que não houve nenhuma pesquisa técnica como informam, não existindo assim uma fonte legal e de credibilidade que possa dar suporte a tais informações”, diz trecho do texto.

“A pesquisa da Alshop é falsa, é fake news. Ela está gerando desconforto e revolta entre os lojistas”, disse o presidente da Ablos e também da rede de lojas de moda TNG à revista Época Negócios. “Nós nos preparamos para termos um Natal melhor do que nos anos anteriores, mas isso não aconteceu, infelizmente.” acesse e leia mais:

Pequenos lojistas contestam alta nas vendas em shoppings no Natal: ‘fake news’

Meu comentário para além da matéria: O Brasil, no recente período de redemocratização, vem consolidando, via Estado, entidades sérias que, pela pesquisa científica, buscam estabelecer parâmetros para que governos e interessados possam desenvolver ou elaborar proposta de políticas públicas consistente visando um desenvolvimento eficaz e efetivo do país.

Neste período democrático, nenhum governo ousou manipular estas entidades e muito menos os resultados de suas pesquisas. Na verdade, a efetividade do desenvolvimento de uma nação mede-se pela seriedade de suas pesquisas. O futuro de um Estado é consequência dos dados certeiros de suas pesquisas científicas.

A matéria acima indica que tempos estranhos rondam a política brasileira. Tirar a autonomia das entidades científicas, manipular resultados de pesquisas como forma de, pela desinformação, controlar o poder, não é condizente com o Estado Democrático de Direito. Como escreveu o jusfilósofo italiano Norberto Bobbio em sua obra O Futuro da Democracia: “a democracia pressupõe o poder público em público”. Fiquemos atentos!

Sobre joaoantoniofilho

João Antonio da Silva Filho é Mestre em Filosofia do Direito pala PUC - SP. É autor dos livros "A Democracia e a Democracia em Norberto Bobbio", "A Era do Direito Positivo" e "O Sujeito Oculto do Crime - Reflexões Sobre a Teoria do Dominio do Fato", publicados pela editora Verbatin. Advogado, foi vereador da capital por três mandatos consecutivos e deputado estadual por São Paulo. João Antonio nasceu em São João do Paraiso - norte de Minas Gerais. Atualmente é conselheiro do Tribunal de Contas do municipio de São Paulo.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s