Imaginação

Quando imaginamos, projetamos o que deve ser e o que não deve ser.

Com o tempo, o imaginado não conhecido pode deixar de ser uma mera projeção – um vir a ser…

Ser bom, ser mal, honesto, desonesto, mentiroso, verdadeiro ou simplesmente ser.

Imaginar é buscar no que ainda não é um significado para o futuro…

É fazer dos desejos uma projeção sem imagem, sem texto e sem sentidos…

É vazio e é certeza..

É o autoconvencimento ajustados às circunstâncias…

Enfim, imaginar é viver o que não é como se fosse.

Mimila K Rocha

Sobre joaoantoniofilho

João Antonio da Silva Filho é Mestre em Filosofia do Direito pala PUC - SP. É autor dos livros "A Democracia e a Democracia em Norberto Bobbio", "A Era do Direito Positivo" e "O Sujeito Oculto do Crime - Reflexões Sobre a Teoria do Dominio do Fato", publicados pela editora Verbatin. Advogado, foi vereador da capital por três mandatos consecutivos e deputado estadual por São Paulo. João Antonio nasceu em São João do Paraiso - norte de Minas Gerais. Atualmente é conselheiro do Tribunal de Contas do municipio de São Paulo.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Imaginação

  1. Anônimo disse:

    Estou só imaginando o que dizer desse ” imaginação “.

    Curtir

  2. Tião Nascimento disse:

    Estou só imaginando o que dizer desse ” imaginação “.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s