Rumo ao paraíso – poema de Ana Athanazio de Oliveira

A poetisa Ana Athanazio de Oliveira nos deixou neste domingo (20), aos 82 anos, por conta de uma insuficiência respiratória. Com ela partiu um sentimento de que a vida sempre vale a pena. Era assim que ela nos encorajava. Tudo para ela era motivo de alegria. Por isso em sua homenagem público aqui no Blog, dentre dezenas de poemas de sua autoria, aquele que ela anuncia sua passagem com coragem e altivez.

Dona. Ana, poetisa, histórica militante da esquerda e do movimento de saúde da Zona Leste São Paulo

Nesta paz
leve e solta, viajo
Rumo ao paraíso
Posso senti-lo
Pois está tão perto

Meu Nirvana
acima das paixões
nem lágrimas,
nem solidão,
somente eu

Sou o universo,
esta luz que emana
do meu ser,
Sempre existirá,
pois não nasceu
nem morrerá,
Pois eu sou

Anna Athanazio de Oliveira

Sobre joaoantoniofilho

João Antonio da Silva Filho é Mestre em Filosofia do Direito pala PUC - SP. É autor dos livros "A Democracia e a Democracia em Norberto Bobbio", "A Era do Direito Positivo" e "O Sujeito Oculto do Crime - Reflexões Sobre a Teoria do Dominio do Fato", publicados pela editora Verbatin. Advogado, foi vereador da capital por três mandatos consecutivos e deputado estadual por São Paulo. João Antonio nasceu em São João do Paraiso - norte de Minas Gerais. Atualmente é conselheiro do Tribunal de Contas do municipio de São Paulo.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s